terça-feira, 9 de agosto de 2011

“Você cresceu em mim de um jeito completamente insuspeitado,

 assim como se você fosse apenas uma semente 
e eu plantasse você esperando ver uma plantinha qualquer, 
pequena, rala, uma avenca, talvez samambaia, roseira, 
mas nunca, em nenhum momento essa coisa enorme que me obrigou a abrir 
todas as janelas, e depois as portas, 
e pouco a pouco derrubar todas as paredes e arrancar o telhado 
para que você crescesse livremente”

2 comentários:

  1. Que linda! Boa mensagem. bjs flor.
    www.aureliamattos.com.br

    ResponderExcluir
  2. Beijos tb!
    Obrigada pela visita.

    ResponderExcluir

Deixe o seu comentário!
E volte sempre, sua presença é muito importante!